Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Vá, vou ser sincero. Eu acho a ideia de viajar no tempo uma coisa absolutamente fantástica. E a ideia de podermos ser invisíveis. E podermos viajar no espaço mais depressa do que a luz. Pois, mas pensar a sério nisso? Não propriamente. Já li alguns livros de ficção científica e já li outros de divulgação científica. E fico sempre a patinar (a física deve ser das coisas mais fascinantes do mundo, mas também é demasiado inalcançável para quem não a “pratica”). Portanto, ler sobre o tema é fixe mas acabo sempre por ler compreendendo muito pouco e sem ter uma noção de conjunto.

É nisso que este livro ajuda. O autor pega em grandes temas e dedica um capítulo a cada um deles: por exemplo, se é possível a invisibilidade, se é possível viajar no espaço, se é possível viajar mais rápido do que a luz. Sempre que possível, pega em exemplos da literatura (de ficção científica) ou da televisão e cinema (Star Trek e Star Wars são os grandes protagonistas, claro) para explicar do que é que vai falar. Depois faz uma espécie de estado da arte em relação ao que a ciência fez naquele campo. Nunca se fica com a ideia de que vai ser fácil ou de que a resposta está ao virar da esquina. Mas percebe-se quais são as grandes questões a ultrapassar, ou o quão longe estamos de lá chegar.

Claro que houve momentos de desespero a tentar perceber minimamente o que lia. Mas, no geral, é muito fácil de acompanhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Se o homem não crê como nós, dizemos que é um excêntrico, e a coisa fica por aqui. Quer dizer, fica por aqui, porque hoje não o podemos queimar.

Mark Twain

 

 

Podemos reconhecer um pioneiro pela setas que tem nas costas.

Beverly Rubik

 

In A Física do Impossível, de Michio Kaku

Autoria e outros dados (tags, etc)

“Uma nova verdade científica não triunfa por convencer os seus oponentes levando-os a ver a luz, mas sim porque eles acabam por falecer e uma nova geração cresce já familiarizada com o novo.”

Max Planck

 

In A Física do Impossível, de Michio Kaku

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Bom… pronto… confesso… Não percebi nada, ou melhor quase nada. Mas deve ser isto que eu gosto nestes livros de divulgação científica, o facto de perceber tão pouco que cada pequena coisa é, para além de informação completamente nova, uma grande vitória pessoal. Descortinar uma frase e atingir o entendimento daquilo que lá está, às vezes apenas por um breve instante, é assim uma espécie de Nirvana.
Stephen Hawking esforça-se, e muito, para tornar os mistérios da ciência acessíveis. Não é lá muito bem sucedido, acho eu. Ou então sou eu que sou invulgarmente incapaz…. Bom, já li o Cosmos do Carl Sagan ou a Breve História de Quase Tudo do Bill Bryson e nesses não se pode dizer que não percebi. Aí a dificuldade é outra: passado algum tempo, já não consigo reconstituir mas, de qualquer forma, percebi quando estava a ler, e aprendi imenso.
Com este Universo Numa Casca de Noz Hawking leva-nos a passear pelo universo. Fala-nos de Einstein e da teoria da relatividade e da quântica (sim, consegui ficar com uma ideia do que isso é!) e, depois, explora as possibilidades de dobrar o tempo (pois… o tempo é curvo, ou melhor, o tempo-espaço é curvo…) e de viajar através dele. Enfim, tudo fascinante mas tudo muito difícil de atingir, literal e subjectivamente.
Hawking tem ainda um capítulo sobre o que serão os homens do futuro e, sinceramente, há muitos livros de ficção científica que não conseguem ser tão radicais. Fascinantes as previsões que faz (e horríveis também, em vários sentidos).
Uma nota também para as ilustrações, muito úteis par a uma melhor compreensão do texto.

Autoria e outros dados (tags, etc)


calendário

Fevereiro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Tags

mais tags