Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



E agora um exercício novo para 2012, o que pretendo ler:

Ainda há uns Coetzee que não li. Por isso, pelo menos um. Provavelmente será o Verão.

O Museu da Inocência e Istambul de Pamuk (são dois porque tenho que compensar o facto de ter passado 2011 sem ler nenhum livro dele. Ainda por cima, tentei, mas deixei para depois, O Meu Nome é Vermelho).

Proust – era interessante conseguir dois volumes do tempo perdido, mas se for só um, como este ano, se calhar já não é mau.

Tive dose suficiente de Bolaño (estou quase a acabar Os Detetives Selvagens – vem aí o post mas só quando terminar). Por isso, acho que não vou ainda para o 2666. Mas quem sabe…

De Saramago hei-de reler mais um. Talvez o Manual de Pintura e Caligrafia, talvez o Memorial. Quanto ao Clarabóia, vou continuando a resisitir, mas não deve passar de 2012.

A ver se finalmente pego no Middlesex do Eugenides, que tanta curiosidade me provoca mas que ando há anos a adiar.

Depois há uns autores que tenho que experimentar, pelo menos um destes: Frazen (o Liberdade ou o Correções?), Pynchon (talvez o V.), DeLillo (li um livro muito pequeno, tenho que investir no Submundo). E já que estamos numa de americanos há muita curiosidade com a Joyce Carol Oates.

Finalmente, um regresso a Murakami. O 1Q84 anda-me a seduzir….

Se lesse só isto já seria muito bom. Portanto, espero o melhor para 2012.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

De 222 a 02.01.2012 às 19:25

e nada russo? Tolstoi? Grossman? Tchekhov? Nabokov?

De pedrices a 03.01.2012 às 16:11

Toda a razão, faltam aqui russos... Não há ano sem russos. Mas podes ver no post "sapatinho" que lá está o Grossman. Mas Grossman é também sinónimo de grosso... muito grosso... Mas lá chegarei!

De Electronic Jazzy Girl a 03.01.2012 às 14:09

Feliz 2012!

Desta lista tenho um livro em comum: "1Q84", de Haruki Murakami, o qual também já ando a "namorar" há uns tempos e que já me espera na prateleira.
Será, sem dúvida, uma leitura obrigatória para mim, durante este novo ano.

Durante 2012 tenciono também ler "Memórias de Adriano", de Marguerite Yourcenar e, muito provavelmente, "O Sentido do Fim", de Julian Barnes, ambos sugeridos aqui no "pedrices".

Quero repetir a leitura de F. Scott Fitzerald, Truman Capote, John Updike e William Golding, depois de me ter deleitado com "O Grande Gatsby", "A Harpa de Ervas", "Corre, Coelho" e "O Deus das Moscas", respectivamente, as estreias que fiz nestes marcos da Literatura Americana.

Entre muitos outros, como "O Remorso de Baltazar Serapião", de Valter Hugo Mãe, algum dos clássicos do meu favorito Gabriel Garcìa Marquéz, etc., etc., etc.

A conclusão é simples: como sempre, sobrará insuficiente tempo para tantos livros que gostaria de ler.

De pedrices a 03.01.2012 às 16:16

Hum… tenho mesmo que reler o Gatsby, foi há tantos anos que não me lembro de nada. Ou então avanço para outro livro dele. Já leu o Terna é a Noite, ou outro?
O Golding tem-me despertado a curiosidade com um que se chama A Pirâmide, acho que saíu há pouco tempo.
Então e que tal a Harpa de Ervas? Ando muito curioso. Depois do genial A Sangue Frio, fiquei fã do Capote.

Bom ano, cheio de bons livros!

De Electronic Jazzy Girl a 03.01.2012 às 17:20

Ainda não li "Terna é a Noite". De F. Scott Fitzerald só li "O Grande Gatsby", com o qual fiquei maravilhada e daí queira explorar mais sobre este brilhante escritor.
Em Dezembro comprei o único que encontrei na Bertrand de Fitzerald: "Belos e Malditos" que, segundo tive oportunidade de ler na contracapa, foi o primeiro romance do escritor. Não estava completamente rendida a comprar este mas, uma vez que não tinha alternativa, lá acabei por trazê-lo para casa.

O que quero ler de William Golding, é precisamente "A Pirâmide"!
Adorei "O Deus das Moscas", faz já algum tempo mas, mesmo assim, guardei muitos detalhes na memória. Este livro é génial.
Só ainda não tenho "A Pirâmide", porque não havia na Bertrand a que fui (e onde costumo comprar os meus livros) e, no final de Dezembri não faziam encomendas (é compreensível e aceitável, claro).
Não me escapa, isso é certo!

Finalmente, quanto “A Harpa de Ervas”, adorei. A história cativou-me tanto que o li em 3 “rápidos” dias e ficou entrenhada em mim uma forte vontade de reler este escritor (já agora, qual me aconselha a ler a seguir, de Capote?)
Pelo sensação com que fiquei dos comentários do Pedro em relação a “O Sentido do Fim”, de Julian Barnes, devemos ter tido sentimentos muito próximos em relação “A Harpa de Ervas”, no meu caso e a “O Sentido do Fim”, no do Pedro.

Porque não “trocarmos” os papéis? Eu leio “O Sentido do Fim” e o Pedro “A Harpa de Ervas”?

De Electronic Jazzy Girl a 03.01.2012 às 17:33

"genial" e não "génial", "entranhada" e não "entrenhada", peço desculpa por estas e outras gralhas... São o resultado de intercalar trabalho com escritas "bloguísticas".

Isto, arrisco-me a fazer, usar o telemóvel e conduzir é que não... Só em alta-voz e, mesmo assim, evito.

De pedrices a 04.01.2012 às 10:29

Podemos trocar, sim. Eu quero ler todos os livros do Capote. Achei o A Sangue Frio um livro absolutamente extraordinário. Mas é uma coisa específica, tão específica que se diz que Capote criou um novo género ao escrever este livro - o jornalismo literário. Gostei também do Boneca de Luxo. Tenho cá por casa os Contos Completos e, por isso, esse há-de ser o próximo. MAs ainda no outro dia me sentei numa livraria e estive a ler as primeiras páginas da Harpa. Promete...

De Electronic Jazzy Girl a 04.01.2012 às 10:55

Combinado!

Acho que vou escolher o "Boneca de Luxo"!... Ainda no primeiro dia deste ano, esse livro saltou-me à vista quando assistia ao filme "A Single Man".
Fiquei curiosa e agora que fala que gostou, acho que vou querer lê-lo!

Sobre esse género, o "jornalismo literário", fez-me lembrar um que li há muito pouco tempo (no final de 2011), que classifico da mesma forma, o qual gostei bastante: "Onze Noites em Jerusalém", de Pedro Paixão.

Comentar post



calendário

Dezembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Tags

mais tags