Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

Foi por acaso que logo a seguir a um livro de contos, veio outro (ver post anterior). Desta vez de um autor que não podia ser mais diferente do anterior. Das paisagens de um Portugal interior e profundo, passei para as paisagens interiores de personagens que vivem, muitas delas, em meios bem urbanos e bem mais alienantes. Murakami escreveu um romance estonteante, Kafka à beira mar. E esse é o motivo pelo qual não pude deixar de querer voltar a um livro seu.
 
Curiosamente, à semelhança do livro de Vergílio Ferreira, também este começa com uma introdução do autor. Neste caso, não justifica nem menoriza, apenas fala do prazer que tem em escrever contos. Ainda bem.
 
Há aqui histórias de vários tipos. Desde o mais surreal ao mais concreto. Sempre história interessantíssimas de ler e muito rápidas na sua narrativa. Murakami sabe o que faz e é terrivelmente eficaz na arte de construir e contar um a história. Quanto ao conteúdo, é altamente discutível, não fosse Murakami quem é. A verdade é que muitos destes contos são simplesmente parvos. Pode-se estar a ler com imenso prazer mas chegar a uma altura em que a conclusão, ou algum elemento novo na história, o tornam ridículo. Por outro lado, não se perde muito tempo nesses contos, todos eles, aliás, são bastante curtos.
 
Há outros, felizmente, em que o encanto de Murakami sobressai e entramos tão profundamente na história que é difícil acreditar, ao virar a página, que já possa estar a acabar.
 
Creio que não vou voltar a ler contos de Murakami. Mas aos romances voltarei, à procura de mais um Kafka.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De Carlos Manuel Lopes da Silva a 21.09.2010 às 14:25

Sou um grande fã da escrita de Murakami e "A rapariga que inventou um sonho" é o nôno livro que leio dele.
É, no entanto, o primeiro que leio de contos (deste autor, claro).
Por norma não sou grande adepto de livros de contos. Deixam-me sempre uma sensação de fim abrupto e não dão tempo suficiente para nos envolvermos na história.
No entanto, tendo já lido tudo quanto é romance deste autor e sendo um viciado inveterado, não tive outra escolha senão ir para os contos.
E, tendo lido mais de metade dos contos deste livro, posso dizer que estou a gostar. É a escrita de Murakami e identifiquei algumas passagens com outras que li em romances deste autor. Há até um conto que se passa na Grécia que me fez lembrar o "Sputnik, meu amor".
Concordo com o que foi escrito neste post: há uns contos melhores que outros e alguns chegam a ser "parvos". Sim, é verdade. Alguns criam tanta expectativa e chegamos ao fim sem desvendar o mistério. É típico de Murakami.
Mas vale a pena. Qualquer fã, como eu, de Haruki Murakami vai gostar desta compilação de contos.
Quem nunca leu nada dele, não aconselho a começar por aqui. O ideal é enveredar por um dos romances (não obrigatoriamente pela obra-prima do escritor: "Kafka à Beira-Mar") mas num qualquer outro excepto "Dança, Dança, Dança" que é a continuação de "Em busca do carneiro selvagem".

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2009

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Tags

mais tags